Última atualização: 21/01 | R$ 1,00 = R$ 1 | CAD 1,00 = R$ 3,361 | EUR 1,00 = R$ 4,85 | US$ 1,00 = R$ 4,3

Abreutur - Viana do Castelo

Viana do Castelo

Viana do Castelo é uma das mais belas joias do Minho, tão bela e preciosa como as suas famosas joias de filigrana, símbolo de Portugal.
Encantadora cidade do litoral Português, situada entre o rio Lima e o oceano Atlântico, Viana do Castelo se define pelas vincadas tradições, pela arquitetura única e pelas belas paisagens.
Terra do Ouro, Viana é célebre pela romaria que celebra a Nossa Senhora da Agonia na qual os participantes se vestem a rigor com os coloridos trajes tradicionais, os lenços com mensagens de amor bordadas nos bolsos e os cordões de ouro.
Famosa pela deliciosa gastronomia típica, caraterizada pelas receitas de bacalhau, em Viana do Castelo se destacam também os vinhos verdes, cuja qualidade é reconhecida mundialmente.
A tríade de mar, cidade e montanha que marca a paisagem de Viana revela cenários únicos e deslumbrantes. Desde as praias atlânticas maravilhosas de areia fina e dourada, ao Monte de Santa Luzia, onde se localiza o Templo do Sagrado Coração de Jesus, até a sua singular arquitetura, Viana do Castelo é uma emblemática cidade do Norte de Portugal, repleta de encantos que merecem ser conhecidos.

No norte de Portugal é imprescindível conhecer Viana do Castelo, uma cidade com imensos encantos naturais, arquitetônicos e culturais, que merecem ser descobertos.
A Praça da República é marcada pelos arcos Góticos dos restaurados Paços do Concelho onde pode também ser contemplada a Fonte da Praça da República, construída em 1553 por João Lopes – Velho.
O Edifício da Misericórdia e Igreja é um conjunto arquitetônico singular de inspiração renascentista e maneirista, com influências italianas e flamenga, possuindo interiores marcadamente barrocos. Contemple o painel de azulejos da igreja do mestre setecentista Policarpo de Oliveira Bernardes.
Em pleno centro histórico da cidade, o edifício do antigo Banco de Portugal alberga, desde 2004, o Museu do Traje que dá a conhecer a riqueza etnográfica dos tradicionais trajes vianenses. O espólio exposto inclui, igualmente, os utensílios utilizados para a confeção artesanal de peças de vestuário.
Elemento revelador do patrimônio arquitetônico de Viana do Castelo, a Ponte Eiffel foi inaugurada em 1878 e é uma obra projetada por Gustave Eiffel.
A Capela das Malheiras é um representante da arquitetura rocócó portuguesa, mandada edificar por D. António do Desterro, na altura Bispo do Rio de Janeiro.
Subindo no elevador até Santa Luzia se contemplam fantásticas vistas sobre a cidade. Visitando a Basílica de Santa Luzia é possível admirar um monumento emblemático, exemplar da arquitetura revivalista, na qual se conjugam harmoniosamente elementos neorromânicos, neobizantinos e neogóticos, da autoria do arquiteto alto-minhoto Miguel Ventura Terra.
O navio-hospital Gil Eanes, datado de 1955, foi alvo de um projeto de reconversão que o transformou num Núcleo Museológico e Pousada da Juventude.
A Fábrica do Chocolate, para além de integrar um hotel e um restaurante, é um museu que oferece um conjunto de soluções interpretativas sobre o chocolate e o cacau.
Viana do Castelo cativa também pelas paisagens maravilhosas que conjugam cidade, mar e montanha e vale a pena conhecer as maravilhosas praias atlânticas pertencentes a Viana, como a de Afife, Amorosa e Cabedelo.

Viana do Castelo oferece uma gastronomia riquíssima e fortemente ligada ao bacalhau,resultado da tradição dos bacalhoeiros que partiam de Viana para a Terra Nova e Gronelândia.
O Bacalhau à Viana, à Gil Eanes, à Zé do Pipo e de Cebolada, figuram como algumas das várias receitas que têm o bacalhau como protagonista.
Continuando nos pratos de peixe, o Arroz de Polvo à Moda do Minho, o Arroz de Lampreia, a Lampreia à Bordalesa, a Sardinha Assada e a Pescada à Vianense constam na ementa típica de Viana do Castelo.
Nas carnes, se assumem como pratos com maior tradição os Rojões à Minhota, o Arroz de Sarrabulho, o Arroz de Pato “à moda antiga”, o Cabrito à Serra d’Arga e o indispensável Cozido à Portuguesa.
Na doçaria vianense a famosa Torta e os Biscoitos de Viana fazem as delícias dos mais gulosos. Meias-luas de Viana, Arroz Doce à Moda de Afife, Sidónios, Rabanadas, Santas Luzias, Manjericos, Bolo Real de Viana, Mexidos de Ovos com Amêndoas, Aletria e Doces de Gema são os nome de outros doces típicos de Viana do Castelo.
Por toda a região minhota é possível encontrar os melhores vinhos verdes do país, na sub-região do Vale do Lima é produzido um vinho ligeiramente frutado e ácido, ideal para acompanhar pratos de peixe.

Diogo Álvares Correia, nascido em Viana do Castelo, foi um náufrago português acolhido pelos índios Tupinambás. Diogo recebeu dos Tupinambás a alcunha de Caramuru e se casou com Paraguaçu, filha do chefe Taparica.
As origens de Viana do Castelo remontam à Idade do Ferro.
Nas Festas de Nossa Senhora da Agonia os participantes desfilam em trajes típicos e as mulheres exibem a grandiosidade das suas melhores peças de ouro.
O traje tradicional de Viana do Castelo é um símbolo do país, sendo reconhecido como marca a nível nacional e internacional.
Os Corações de Viana, símbolo da cidade, são jóias de ouro ou prata feitas em filigrana.
Os lenços dos namorados são uma referência do bordado minhoto, consistindo em mensagens de amor bordadas em lenços. Diz a história que depois de bordado, o lenço era entregue pela jovem à pessoa por quem tinha interesse e era em conformidade com a atitude deste usar publicamente ou não o lenço, que se decidia o namoro.
As praias de Viana do Castelo são excelentes para a prática de atividades como surf, windsurf, kitesurf ou bodyboard.
A viagem no Funicular de Santa Luzia é a mais longa de todos os funiculares do país.
Viana do Castelo possui 24 quilómetros de costa litoral.

Pacotes

Aqui Nasceu Portugal

Hotelaria selecionada

Pousada Viana do Castelo

Casa Melo Alvim

Atividades

Romaria de Nossa Senhora D'Agonia

Genuína Tradição Minhota

Conheça os destinos