Última atualização: 30/09 | R$ 1,00 = R$ 1 | CAD 1,00 = R$ 4,449 | EUR 1,00 = R$ 6,76 | US$ 1,00 = R$ 5,77

Abreutur - Segóvia

Segóvia

Ao pé da cordilheira de Guadarrama, entre os canais dos rios Eresma e Clamores, se ergue Segóvia, uma joia de Castela e Leão, onde a história e o patrimônio se unem.
A antiga e preservada muralha demarca as ruas encantadoras do centro histórico que apresentam vestígios monumentais de diferentes épocas.
O aqueduto romano, um dos monumentos mais significativos deixados pelos romanos na Península Ibérica, e a cidade velha são Patrimônio Mundial da Unesco.
Juntamente com o aqueduto, a Catedral e o Alcázar são emblemas monumentais de Segóvia. A Catedral foi a última de estilo gótico a ser construída na Espanha e o Alcázar tem a aparência de um castelo de conto de fadas e foi usado como fortaleza, palácio real, prisão, Real Colegio de Artillería e Arquivo Histórico Militar.
Séculos de história, um importante legado romano e medieval, monumentos valiosos e uma gastronomia única fazem de Segóvia uma das cidades mais encantadoras da Espanha.

Segóvia possui um impressionante legado histórico e monumentos que valem a pena conhecer.
Na Plaza del Azoguejo o elemento mais destacado é o imponente Aqueduto que foi considerado, juntamente com a cidade antiga, Patrimônio Mundial da Unesco, em 1985. O aqueduto é uma obra de engenharia romana e se estende ao longo de 728 metros na cidade e os remanescentes se prolongam às montanhas, por cerca de 14 quilômetros.
Percorrendo as ruas estreitas do centro histórico da cidade, é possível ver e admirar palácios antigos, a Casa de los Picos, a Alhóndiga, o Torreón de los Lozoya e a igreja de San Martín, em estilo românico.
Na rua da Judería Vieja se encontra a Antigua Sinagoga Mayor, atual Convento de Corpus Christi, que em tempos funcionou como o centro religioso da comunidade judaica de Segóvia.
A Catedral de Santa María está localizada na Plaza Mayor e é a última grande igreja gótica da Espanha.
Construída entre os séculos XVI e XVIII, a Catedral é popularmente conhecida como "a Senhora das Catedrais" e “Dama das Catedrais”. Admirar a Catedral de Segóvia iluminada à noite é um momento arrebatador.
Em torno da Plaza Mayor se localizam importantes edifícios, como o do Ayuntamiento (Prefeitura), o Teatro Juan Bravo e a igreja de San Miguel, onde Isabel – a Católica – foi coroada Rainha de Castela.
O Alcázar é um autêntico castelo de conto de fadas, que inclusive inspirou os criadores da Disney. Construído na transição do românico para o gótico, o castelo foi uma das residências favoritas dos reis de Castela.
Desde o Mirador de la Pradera, localizado do lado de fora das muralhas, se alcançam vistas incríveis do magnífico Alcázar.

A sublime gastronomia de Segóvia é concebida com os melhores produtos regionais, deliciosamente combinados, resultando em pratos de excelência.
A culinária tradicional de Segóvia se carateriza por deliciosas especialidades, como Patatas Guisadas con Chorizo, Sopa Castellana, Cordero de Sepúlveda, Judiones de La Granja, Lechazo Asado ou a Trucha a la Segoviana. No entanto, o prato típico por excelência e símbolo da gastronomia segoviana é o Cochinillo de Segovia . Muitas vezes o Cochinillo (leitão), depois de confecionado, é cortado com um prato para mostrar o bom ponto do assado.
A sobremesa mais representativa de Segóvia é o delicado Ponche Segoviano, que tem um interior cremoso e uma aparência torrada. Rosquillas de Segovia, Mantecados de Sepúlveda, Bollos de Piñones, Tortas de Valsain ou Torta de Chicharrones são outras sobremesas típicas.
A deliciosa comida de Segóvia merece ser acompanhada por um dos vinhos bem conhecidos que são produzidos na província, como os brancos de Nieva ou os tintos de Valtiendas.
A região oferece outros produtos de eleição como o queijo Cuéllar, o jamón (bacon) e as salsichas frescas.
Os produtos alimentares da província são regulados pela marca de qualidade chamada Alimentos de Segóvia.
 

O aqueduto romano de Segóvia tem 167 arcos e é o mais importante trabalho de engenharia civil romana na Espanha.
O aqueduto de Segóvia foi uma ferramenta essencial para o transporte de água ao longo de 16.222 metros, da Serra de Guadarrama até a cidade de Segóvia.
Partes da muralha de Segóvia foram construídas com as pedras dos túmulos dos romanos.
Em Segóvia foi proclamada rainha de Castela Isabel I, a católica.
Em dezembro de 1985, a UNESCO incluiu na sua lista de Cidades Patrimônio a cidade antiga de Segóvia e seu aqueduto romano.
Uma das esculturas mais emblemáticas da cidade é a loba-capitolina, uma cópia da escultura Luperca.
Os jardins do Alcázar começaram a ser criados por ocasião do casamento no palácio de Felipe II com Ana de Áustria, em 1570.
A Virgem de la Fuencisla é a padroeira de Segóvia.
O Alcázar de Segóvia inspirou os criadores da Disney na idealização do Castelo da Rainha Malvada da Branca de Neve.
O Alcázar tem inúmeras passagens secretas para o rio e outras que se ligam com alguns palácios da cidade.

Pacotes

Rota de Isabel a Católica

Salamanca e Castela-Leão Monumental

Hotelaria selecionada

Parador de Segóvia

Eurostars C.Capuchinos

Conhe�a os destinos