Última atualização: 08/12 | R$ 1,00 = R$ 1 | CAD 1,00 = R$ 3,294 | EUR 1,00 = R$ 4,8 | US$ 1,00 = R$ 4,28

Belém, Santarém e Alter do Chão

Belém, Santarém e Alter do Chão
Belém, Santarém e Alter do Chão
Belém, Santarém e Alter do Chão
Belém, Santarém e Alter do Chão
Estado: Pará
Como chegar: O aeroporto mais próximo é o de Belém - Aeroporto Júlio Cezar Ribeiro.

Belém
Uma das maiores cidades do norte do país, com bons restaurantes, museus e bela arquitetura. A cultura local é a grande atração, combinada com a vida agitada de uma cidade grande. A dica para os turistas é um tour por Belém do Pará, principalmente pelos bairros de Cidade Velha e de Campina, para apreciar a arquitetura de seus prédios antigos. Todo o centro pode ser visitado a pé, passando por seus principais pontos turísticos como o mercado do Ver-o-Peso, a Basílica de Nossa Senhora de Nazaré, a Estação das Docas, o antigo presídio São José, a casa das Onze Janelas e muitos outros pontos pela cidade. Atrações mais distantes podem ser visitadas de carro ou mesmo de barco, já que próximas a Belém existem 39 ilhas e, pelo menos algumas delas podem merecer uma visita. Aliás, o barco é uma ótima pedida no clima quente e úmido da capital paraense, já que a brisa do rio é agradável.

Alter do Chão
Alter do Chão é uma pequena vila a 30 km de Santarém, no Pará, dona de belas praias de água doce e de uma tranquilidade de vilarejo do interior.
O destino ficou famoso depois que o jornal inglês The Guardian colocou Alter do Chão na lista das 10 praias mais bonitas do Brasil. E não é pra menos, as belezas das praias impressionam mesmo.
Alter do Chão é banhada pelo rio Tapajós, no Pará; na época de vazante do rio, surgem as prainhas. A mais famosa de todas é a praia do amor, onde há diversos bares e muito movimento, sobretudo nos fins de semana, quando os moradores de Santarém chegam em busca de diversão.
Durante o dia, o programa é relaxar e apreciar as delícias da culinária local, à base de peixes - experimente o bolinho de piracuí - e frutas da região, como o açaí. Ao entardecer, a dica é subir nos barcos dos nativos e atravessar o Tapajós em busca do melhor ângulo para apreciar o pôr do sol.
E se for mês de setembro, a noite segue no ritmo da Festa do Sairé, que mistura elementos religiosos e profanos. Colorido e alegre, o evento dura uma semana de pura música, dança, competição, ladainha e procissão.
Fora do período de seca, a chuva (dezembro a maio) toma conta da região e o rio ganha volume, encobrindo praias e quiosques. Elas vão baixando a partir de junho, e em agosto, as praias que fazem a fama de Alter do Chão começam a aparecer. Onde antes só havia água, surge uma ponta de areia branca com centenas de metros de extensão. 
 
Santarém      
Antiga aldeia dos índios Tapajós, Santarém é hoje a terceira maior cidade no estado do Pará, com cerca de 300 mil habitantes. Apesar do desenvolvimento, não perdeu os costumes e as tradições graças à localização privilegiada - na confluência entre os rios.
E é ali, de frente para o rio Tapajós, que quase tudo acontece na cidade. A área mais agradável de Santarém é o calçadão beira-rio, perfeito para caminhadas que levam ao Terminal Fluvial Turístico. Lá é possível comprar artesanato típico em palha trançada e contratar passeios de barco. O píer oferece quiosques, ótimas opções para apreciar o pôr do sol.
Dali mesmo saem passeios para o encontro das águas do Tapajós e Amazonas. Margeando a orla está o Tapajós, com águas claras e quentes. Do outro lado, mais distante, vem o Amazonas, com águas barrentas e frias. Elas correm paralelas por longa extensão, mas não se misturam. 
No mesmo passeio, famílias de botos cor-de-rosa e de botos cinza, o tucuxi, exibem-se para os turistas. Na verdade, estão mesmo é aproveitando a fartura de peixes nas águas do Amazonas para se alimentar.
Saindo do terminal fluvial, basta atravessar a Avenida Tapajós para alcançar o Centro Cultural João Fona, bela construção do século XIX. O casarão, que já serviu como presídio e prefeitura hoje abrigam móveis e objetos históricos, além de um acervo de cerâmicas arqueológicas das populações indígenas que habitavam a região.
Não muito longe dali está o Mercadão 2000, o grande mercado público de Santarém, onde é possível encontrar peixes, frutas, legumes, farinha de mandioca, temperos... que garantem o sabor da famosa culinária paraense.
Pirarucus, surubins e tambaquis saem do Mercadão direto para as mesas dos restaurantes. Acompanhados pelo tradicional tucupi, sumo extraído da mandioca; e do jambu, um tipo de folha que confere leve dormência na boca, os pratos agradam aos mais variados paladares. Para abrir os trabalhos, vá no petisco típico de Santarém, o bolinho de piracuí, feito com farinha de peixe seco socado no pilão.

 

1º dia - Belém

Chegada em Belém. Traslado e acomodação no hotel escolhido. Restante do tempo livre. Sugerimos passeio opcional à Vila de Icoaraci ou Parques Ecológicos.

2º dia - Belém

Hoje você fará um City Tour pela Cidade das Mangueiras, Belém do Pará. Neste passeio, você conhecerá os pontos turísticos mais relevantes de nossa capital, entre eles: Basílica de Nazaré, Complexo do Ver-o-Peso (feira, mercado e doca), Complexo Feliz Lusitânia (Catedral Metropolitana, Igreja de Santo Alexandre, Forte do Presépio e Casa das Onze Janelas) e o Pólo Joalheiro. Duração: 4 horas. Retorno ao hotel. 17h - Apresentação no Terminal Fluvial de Passageiros, Porto Flutuante Amazon River, na Estação das Docas para saída do passeio “Orla ao Entardecer”. Não está incluso o traslado ao local de embarque, dependendo do hotel escolhido, pegue um táxi ou caminhe até lá. 17h30 - Embarque em barco regional, para aproveitar o entardecer, fazendo um agradável passeio fluvial pela orla de Belém. Com duração de 1h30min, a partir de nossa maior Avenida Fluvial: a Baía do Guajará, você conhecerá a orla belenense navegando pelo rio Guamá, embalado com muita música ao vivo, brincadeiras, apresentação de nossas danças folclóricas e guia acompanhante (Passeio operacionalizado diariamente, exceto às segundas-feiras). Para jantar, sugerimos as opções gastronômicas da Estação das Docas.

3º dia - Belém | Santarém | Alter do Chão

Em horário determinado, traslado para o aeroporto para embarque com destino a Santarém. Chegada em Santarém e traslado para Alter do Chão, chegada e acomodação no Hotel Beloalter. Restante do dia livre. Alter do Chão é uma rústica aldeia de pescadores a 35km de Santarém - a segunda maior cidade Paraense, que vira um concorrido balneário quando as águas do rio baixam e deixam à vista um cenário deslumbrante de praias de areia branca e águas transparentes.

4º dia - Alter do Chão

Dia livre para aproveitar as belezas da praia de Alter do Chão, uma das 200 praias fluviais da Amazônia, mas sem dúvida, a mais bonita de todas. Em plena selva, às margens do rio Tapajós, uma lagoa de água transparente e uma praia de areia branquinha fascina os visitantes. Sugerimos como opcional, passeios de dia inteiro “Lago Verde” ou “Canal do Jari com Ponta de Pedras e pôr do sol na Ponta do Cururu”. À noite, sugerimos jantar em um dos muitos restaurantes na Praça central ou simplesmente, ficar observando o movimento das pessoas na Praça, circundada por lojinhas e barraquinhas de comidas típicas.

5º dia - Alter do Chão

Pela manhã, já de malas prontas, saída para o City Tour em Santarém visitando os principais pontos turísticos desta aconchegante cidade, entre eles: O Centro histórico, o Mercado Municipal onde se comercializa todos os produtos da região como frutas, verduras, farinha, peixes e plantas medicinais, lojas de Artesanato com peças em cerâmica marajoara, entre outras. E finalizaremos o passeio na Praça Mirante para observar o encontro das águas. Duração: 3 horas. Após o passeio, traslado para o aeroporto de Santarém.

Serviços incluídos

- Traslados aeroporto / hotel / aeroporto em Belém;
- 02 noites de hospedagem com café da manhã no hotel escolhido em Belém;
- City tour em Belém (4 horas);
- Passeio fluvial “Orla ao Entardecer” em Belém (1h30);
- Traslados aeroporto / Alter do Chão / aeroporto;
- 02 noites de hospedagem com café da manhã no Hotel Beloalter em Alter do Chão;
- City Tour em Santarém (3 horas);
- Tudo que estiver especificado como incluído em cada programa.


 

Serviços Excluídos

- Passagens aéreas;
- Refeições e bebidas não mencionadas no roteiro;
- Despesas pessoais;
- Tudo que não estiver devidamente especificado como incluído.



 

Pedido de informação

Se deseja que a Abreu entre em contato para mais informações, clique aqui.